Aoooo que eu passo um tempão longe daqui e quando apareço é para fazer japá do Acordei Disposta, hahahahaha.

Não me xinguem, por favor. Ando me sentindo uma mãe tão tabajara que estou evitando até comentar sobre a minha vidinha. Espero que logo isso passe.

escoliose

Mas eu vim mesmo foi mostrar para você o post lindão que fiz sobre escoliose lá no Acordei Disposta em conjunto com o meu médico.

Espero que gostem 🙂

  
De uns 15 dias para cá as coisas estão otimamente bem, Graças a Deus. Parece que as coisas começaram a se encaixar, consegui montar uma rotina onde consigo fazer (quase) tudo o que eu quero.

Alguns dias a louça do almoço fica até a janta esperando para ser lavada, outros dias (como os de hoje) minha roupa para passar acumula demais, as vezes algumas coisas ficam espalhadas mais tempo do que o necessário, mas com calma e paciência (muita), eu vou colocando as coisas no lugar e fazendo tudo o que eu preciso e quero. Claro que às vezes me bate o imediatismo, quero fazer tudo ao mesmo tempo e agora, mas aprendi a parar, respirar fundo e esperar. Esperar que assim que der eu farei.

A Rebeca está muito mais tranquila e fácil de conduzir. Rafaela um amor como sempre, com alguns dias de manha, mas nada atípico para a idade dela. Eu preciso estar sempre atenta porque se deixar Rebeca toma todo o meu tempo durante o dia e eu não fico nadinha com a Rafa. Sim, Rebeca gruda mais em mim quando a irmã chega. 

O Acordei Disposta e junto com ele, a Eri e a Carô, trazem vitalidade e ânimo para os meus dias. O projeto é delicioso e tenho visto que vocês estão super presentes por lá, sabiam que quando analisamos os acessos, a quarta fonte de origem de acesso por lá é aqui? Fiquei tão feliz, mas tão feliz quando descobri isso. Muito obrigada, mesmo! Mas posso pedir mais? Comentem! Comentem por lá, comentem por aqui, quando vocês falam, fica mais fácil nos direcionamos para sabermos o que agrada vocês 😉

Gente, muito obrigada! Obrigada por terem me ajudado tanto no ano de 2015 que foi tão pesado, obrigada por terem me ajudado a chegar nessa velocidade de cruzeiro. Quando eu lembro da minha situação há exato 1 ano atrás, agradeço por estar tudo muito melhor, leve e tranquilo. E vocês me ajudaram demais nesse processo todo.

É isso, espero voltar em breve com mais notícias. Mas já sabem, quando estiverem com saudades de mim, acessem o Acordei Disposta, lá minha presença é obrigatória 🙂

IMG_1797

 

Eu amo ler, sempre amei, mas quando me mudei para o atual apartamento fiquei sem ter onde colocar os meus livros. Deixei eles guardados por 3 anos, na esperança de um dia ter uma estante grande só para eles. Mas aí a família cresceu, o apartamento foi mobiliado de um forma que não sobrou nenhum espacinho para meus livros.

Como esse ano eu resolvi desapegar de tudo que está sem uso há mais de 2 anos e principalmente dentro de caixas no meu quartinho da bagunça, montei essa lista de desapego para livrar o espaço que meus livros estão tomando.

São mais de 100 títulos por R$ 5,00 cada. Tem de um tudo e o frete é por conta do freguês 😉 Para saber quais são os livros, clica no link que aparecerão todos.  Os livros estão em ótimo estado, novinhos…novinhos…espero que sirva para alguma de vocês.

 

  
Resolvi fazer esse post porque eu ouvi essa pergunta várias vezes e em todas elas me soou estranho. 

Rafaela tem 3 anos e meio e mesmo tendo autonomia para fazer várias coisas, eu não acho que os cuidados com a Rebeca devam ser divididos de alguma forma com ela. 

Essa pergunta me soa tão estranha que eu acho que ela chega a ser mal formulada. Será que um adulto realmente acha que uma criança de 3 anos deve ajudar com os cuidados da irmã mais nova? Sempre penso que na verdade a pessoa que faz essa pergunta quer saber outra coisa. Bom, assim penso eu.

O que eu ensino aqui é que ela tem que respeitar a irmã e não pode machuca-la. Isso porque vira e mexe Rafa “erra a mão” e derruba a Rebeca. E como a Rebeca vira e mexe acha que tem que dar uns tapas na irmã (sei lá onde ela aprendeu isso), a lição aqui é respeito mútuo. 

A Rafaela não ajuda com os cuidados da irmã, se ela quiser ajudar a trocar uma fralda eu deixo, mas se não se oferecer para isso, não chamo. Mas a Rafaela cuida das coisas dela dentro do que é adequado para a idade dela: coloca a roupa suja dela no cesto, guarda os sapatos e brinquedos dela e se veste sozinha. 

Acho que a Rafa cuidando de suas próprias coisas já é suficiente pra mim. A parte de “ajudar” com a Rebeca, a gente deixa para o pai dela.